X

PACIENTES

Prezado cliente, para retirada dos Resultados de Exames, favor acessar a aba "ÁREA DE PACIENTES", ou clique aqui.

Atendimento ao Cliente:

Menu de Exames

ALFA 2 ANTIPLASMINA

A A

O Laboratório Alvaro oferece mais de 1400 tipos de exames de prevenção e tratamento. Consulte abaixo todas as informações e orientações para cada tipo.

  • Código: A2AP
  • Material: plasma citrato EXT
  • Sinônimo: ALFA 2 ANTIPLASMINA
  • Volume: 3,0 mL
  • Método: Cromogênico
  • Volume Lab.: 3,0 mL
  • Rotina: Diária
  • Resultado: 30 dia(s)
  • Temperatura: Congelado
  • Coleta: Jejum não necessário. Coleta em tubo com anticoagulante - citrato
  • Código SUS:
  • Código CBHPM: 0.00.00.00-0

Interpretação

  • A Alfa2 anti-plasmina é o inibidor fisiológico mais importante da atividade fibrinolítica da plasmina, com a qual forma rapidamente e de maneira irreversível o complexo PAP: plasmina - anti-plasmina. É capaz de neutralizar a plasmina que se solta da superfície do coágulo de fibrina, impedindo assim que a fibrinólise se estenda a locais distantes do sítio de lesão vascular. Indicação: Determinação funcional da atividade plasmática da alfa 2 anti-plasmina para diagnóstico da deficiência de síntese, aumento de consumo e monitorização da terapia de reposição. Interpretação clínica: Atividade diminuída da alfa2 anti-plasmina pode ser encontrada no dano hepático grave, pois tem síntese hepática; em situações de hiperfibrinólise, como por exemplo na coagulação intravascular disseminada; e na manipulação cirúrgica de orgãos com alto conteúdo de ativadores da fibrinólise, como durante o transplante de fígado. A deficiência parcial ou completa de alfa 2 antiplasmina é rara e são escassas as informaçõessobre suas manifestações clínicas, evolução e resposta terapêutica. Sugestão de leitura complementar: Hayward CPM, Cina CS, Staunton M, Jurriaans E. Bleeding and Thrombotic problems in a patient with alpha 2 plasmin inhibitor deficiency. J Thromb Haemost 2005; 3:399-401. Igala M, Oukkach B, Khoubila N, Faez S, Benchekroun S. A congenital ?2-antiplasmin deficiency. Ann Biol Clin 2013; 71(1):93-5

Referência

  • 8