X

PACIENTES

Prezado cliente, para retirada dos Resultados de Exames, favor acessar a aba "ÁREA DE PACIENTES", ou clique aqui.

Atendimento ao Cliente:

Notícias

Exercícios físicos: como manter a motivação?

A A

As explicações são de Roberta Carvalho, médica do Laboratório Alvaro

Com a aproximação do outono e do frio, as pessoas passam a se queixar mais de dores musculares. Uma das melhores maneiras para evitar esse problema é a atividade física, o alinhamento postural e o alongamento, pois auxiliam os músculos a funcionar de forma adequada, prevenindo o excesso de tensão no corpo.  Mas como fazer para vencer a preguiça, sair do sofá naquele friozinho e ir se exercitar?

De acordo com a médica do Laboratório Alvaro Roberta Carvalho, a prática de exercícios físicos regulares é recomendada o ano todo. O hábito de se exercitar deve ser permanente. Deve-se evitar aquela corrida perto do verão às academias para “recuperar o tempo perdido” do sedentarismo nos meses frios. “Lembrem-se: o exercício é um hábito para a vida toda, que deve ser mantido continuamente. Com ele você estará garantindo sua qualidade de vida, mantendo sua saúde e acrescentando anos a mais de vida saudável”, diz a médica.

A especialista frisa que hoje há uma gama enorme de opções de exercícios para todos os gostos: academias cada vez mais bem equipadas, grupos de corridas, estúdios de exercícios funcionais, TRX, pilates, lutas marciais das mais diversas (incluindo a bola da vez, o famoso MMA), yoga, bike in door, dentre tantos outros. “Não há desculpas para falta de opções ou tédio. Sempre terá algum que se adapte a você”, reforça.

Outro fator muito importante é beber muita água, pois o organismo necessita de líquido tanto quanto no verão. De acordo com a médica, embora não se sinta muita sede, a ingestão de água o inverno é tão importante quanto nos meses quentes do ano.

Quanto à vestimenta, a médica ressalta que é muito importante se manter agasalhado para que ocorra a manutenção do aquecimento corpóreo, mas deve-se evitar a excessiva sobreposição de roupas. “Vestir muitas peças, ao invés de aquecer, faz o corpo transpirar demais, o que poderá desencadear uma desidratação”, relata.

A Dra. Roberta lembra ainda que é preciso estar atento à alimentação, já que no inverno tendemos a comer alimentos mais calóricos e ganhar uns quilinhos a mais. “Esse mito também deve ser mudado. É possível comer de forma saudável alimentos gostosos e que combinam com a estação mais fria. Basta ter um pouco de criatividade e força de vontade”, afirma.

A especialista ressalta que, antes de iniciar sua atividade, é importante que se procure um profissional para fazer uma avaliação médica e, se necessário, alguns exames de rotina para saber se você está apto para a atividade escolhida. “E em caso de qualquer dor ou desconforto, procure um especialista imediatamente”, finaliza.